Vãs repetições

Usando como base que Jesus falou sobre vãs repetições!
Vamos tentar explicar alguma coisa sobre este assunto:
Antes da mais nada, será que ele conhece a passagem de Lucas ?

Abra sua Bíblia em 18:1-8
O que está escrito lá?
Sobre o que se refere esta passagem?
Está passagem fala acerca da Viúva persistente.
Jesus está contando uma parábola
E nesta parábola, ele diz que uma mulher, importunava um juiz que não temia a Deus, e nem respeitava os homens...
Ou seja, nem era um bom cidadão do céu ( não temia a Deus)
Nem era um bom cidadão da terra( não respeitava os homens)
Pois bem, Jesus diz que o pedido desta mulher( oração), era: julga a minha causa!
Julga a minha causa
Julga a minha causa!
Julga minha causa!
Julga a minha causa!
E o término desta história contada por Jesus é: de tanto esta mulher importuná-lo, o Juiz atendeu o pedido dela e a justificou!
Sendo assim, Jesus falou: e Deus não fará justiça aos seus escolhidos que clamam a Ele dia e noite..?
Então o próprio Jesus está ensinando que não podemos desistir de orar pelo mesmo propósito até que obtenhamos resposta!
Vamos para segunda etapa agora?
O texto em Mateus 6:7, aqui esta o X da questão!
E, Orando, não useis de Vãs repetições, como os gentios, que pensam que, por muito falarem, serão ouvidos.
1 - Jesus estava comparando os judeus com os gentios
O gentios faziam repetições de orações!
Quem eram os gentios?
Os gentios eram os não judeus!
Jesus primeiramente, se revelou aos judeus ( João 1:11)
Os gentios teóricamente, não tinham temor, nem conhecimento de Deus e sua palavra!
Digo teóricamente, pois algumas outras pessoas foram alcançadas por Deus tambem, por exemplo a prostituta Raabe, no antigo testamento!
Mas vamos lá.
2. É importante ressaltar que ele não disse para não repetir oração, ele citou, vãs repetições!
No entendimento de Jesus, estes gentios por não terem o conhecimento de Deus, repetiam com a boca o que negavam com o coração!
Quando ele condena essas repetições, é porque está condenando na verdade, a vida da pessoa, não sua oração!
O que Jesus estava condenando era a oração da boca para fora!
Tendo em vista que a oração:
1. Tem que ser do fundo do coração;
2. Preciso estar com a minha vida no Centro da vontade do Senhor a quem eu oro!
Veja bem:
Tu pois, não ores por este povo, nem levantes por ele clamor, ou oração, nem me importunes, porque eu não te ouvirei!
( Jeremias 8: 16)
O que Jesus condena aqui?
A oração?
Ou o povo?
O povo é a reposta!
Mateus 6:9-13
Pai nosso...
1. Se eu não sou filho não posso fazer está oração ( ... Mas a todos quantos receberam e creram no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus)
2. Venha o teu reino... Se não sou cristão não anseio o reino de Deus.. Pois a terra satisfaz a minha carne e os meus desejos!
3. Perdoa-nos as nossas dívidas, como temos perdoado os nosso aos que nos devem... Fala sério, uma pessoa que não tem o Espírito Santo vai perdoar sempre os que que lhe devem?Duvido!
Se Jesus falou que não devemos fazer repetições quando oramos, por que disse para orar o pai nosso?
Simples, o pai nosso só é orado e aceito por Deus, se estivermos vivendo ele em nossas vidas!
1. Sendo filhos;
2. Anseiar para que Jesus venha buscar sua igreja;
3. Perdoar que nos magoa;
Aí sim, Deus saberá que não estamos Orando da boca para fora! ( Vãs Repetições )






Gostei

Gostou do que leu? Clique no coração acima!!


Um comentário:

Comentários de acordo com o texto e sem palavras ofensivas, obrigado (www.conselheirocristao.com.br)

Compartilhe

Compartilhe