Seja Diferente

Na é poca em que Noé viveu, a sociedade não era muito diferente da nossa, pois havia pecado, violencia e hipocrisia por toda a parte.
As pessoas estavam afastadas de Deus, e Ele se entristecia por ver suas próprias criaturas na quela situação, mas havia uma exceção:
Noé e sua familia no versÍculo 9 do capitulo 7, lemos que:
(noé era homem justo e integro entre os seus conteporaneos; Noé andava com Deus), mesmo em meio a tanto pecado, Noé teve um comportamento diferente e fez o que agradava a Deus.
Muitas vezes, tentamos justificar nossas atitudes ou aliviar nossa consciência, argumentando que estamos fazendo apenas o que todo mundo faz, Noé e sua familia porém, são exemplo indiscutível de pessoas que resolveram não seguir como a maioria e, por isso foram salvas da morte e se tornaram modelos para todas as familias em qualquer época e eles precisaram ter fé para agir assim.
Deus lhe deu uma tarefa inesperada, que fez com que fossem ridicularizados e humilhados.
Noé foi conciderado um louco quando começou a contruir uma arca imensa, longe de qualquer rio ou mar.
Ele foi além e avisou a todos da cidade que o Senhor havia prometido fazer cair dos ceus uma chuva tão forte,que inundaria aquele lugar e faria flutuar a embarcação que estava sendo construida e as palavras de Deus se cumpriram.
Os incrédulos foram condenados, e Noe e sua família foram salvos.
Na cruz, Jesus fez algo extraordinario por você e por sua familia Ele morreu e ressuscitou para lhes garantir a vida eterna.
Vocês podem ate ser ridicularizados ou humilhados por crer nisso, mas sua fé é o passsaporte de entrada para a vida eterna Deus tem muitas surpresas reservadas para todos nós, portanto seja um modelo de fé para sua familia e para a sociedade. Não se acomode, aceitando o que todos dizem ser normal; siga somente as orientaçãode Jesus em sua palavras.
lembre-se do exemplo de Noe e seja uma benção.

Artigo escrito por: Arnaldo da Silva Ferreira



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários de acordo com o texto e sem palavras ofensivas, obrigado (www.conselheirocristao.com.br)

Compartilhe

Compartilhe