Venha para o meio

Em um dia de sábado Jesus estava ensinando na sinagoga, e lá havia muitos fariseus observando se porventura Jesus iria curar no sábado, para que dessa forma tivessem de que o acusar.
Jesus como conhecia os pensamentos daqueles homens maus, e por isso deu uma ordem a um homem que também estava na sinagoga, com um problema físico em sua mão direita, algumas traduções dizem que a mão era atrofiada, outras que a mão do homem era seca, enfim independente das traduções o homem tinha um problema físico em sua mão.
Veja o que Jesus disse a este homem na passagem abaixo:

Mas ele bem conhecia os seus pensamentos; e disse ao homem que tinha a mão mirrada: Levanta-te, e fica em pé no meio. E, levantando-se ele, ficou em pé. Lucas 6:8

Note que na mesma hora o homem obedeceu a ordem de Jesus, fazendo o que ele disse.
Jesus disse para aquele homem estender a mão defeituosa como se lê na passagem abaixo:

E, olhando para todos em redor, disse ao homem: Estende a tua mão. E ele assim o fez, e a mão lhe foi restituída sã como a outra.
Lucas 6:10


Os fariseus por sua vez ficaram indignados com a situação, e furiosos conversavam sobre o que iria fazer com Jesus.

O que queremos frisar aqui é o fato de Jesus ter falado para aquele homem: "Levanta-te, e fica em pé no meio
Lucas 6:8".
Aqui está se referindo apenas a posição geográfica do homem, mas podemos levar este "estar no meio" para um sentido espiritual.
Se aquele homem não tivesse obedecido a ordem de Jesus ele continuaria aleijado das mãos, se ele não tivesse dado ouvidos a Jesus e se mantesse no lugar onde estava, a restauração de sua mão não aconteceria, mas como ele ficou em pé no meio, exatamente como Jesus disse a cura aconteceu.
O objetivo de o homem ter sido chamado para ficar no meio, certamente foi devido a quantidade de pessoas que havia no local, aquele homem precisaria estar no centro em meio aquelas pessoas para que todos pudessem contemplar o milagre.
Trazendo este texto para os nossos dias e visualizando de forma espiritual, existem muitas pessoas em meio as multidões que estão enfermas, necessitando de cura em alguma área da vida, e para que esta cura aconteça é necessário ir para o "meio", e que meio é este? O mei da presença de Jesus, é necessário estar no centro que Jesus quer que a pessoa esteja, e da mesma forma que Jesus chamou aquele homem para estar "de pé no meio" Jesus também está chamando muitas pessoas para estarem de pé em sua presença para receberem a cura, assim como aquele homem das mãos mirradas recebeu também.
Jesus hoje está convidando você a sair das "beradas" e ir para o meio, está te convidando a sair do meio da multidão de enfermos e ir para o meio da Presença do Deus vivo.
Isto também é uma mensagem para os nossos irmãos em Cristo, que estão nas beradas de suas atividades na igreja do Senhor, é preciso sair do comodismo, sair da inércia, e ir para o meio da obra, avançar, trabalhar e permitir ser usado como instrumento do Deus todo poderoso.
Muitas vezes nos sentimos intimidados, nos sentimos temerosos em se envolver mais com as coisas de Deus, mas há uma recompensa para todo aquele que se envolve:
"Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.
1 Coríntios 15:58"
Caro leitor faça como aquele homem que ouviu jesus dizer:
"Levanta-te, e fica em pé no meio. Lucas 6:8"
"E, levantando-se ele, ficou em pé.Lucas 6:8"
É assim que Deus te quer, é assim que Deus quer usar você, de pé na presença dEle.
Levante-se, fique de pé, não permaneça aleijado, e assim como aquele homem e todos que estavam presentes, contemple a glória de Deus na sua vida.





Conselhos

  1. Fique atento quando Jesus te chamar a estar de pé no meio
  2. Obeça a ordem de Jesus ao teu respeito
  3. Saia das beradas e vá para o meio, para perto de Jesus
  4. Não permaneça aleijado, vá logo para o meio e receba a cura

Este artigo foi escrito, inspirado na pregação do Pastor Cleytom Ramos.


Cleyton Ramos
Pastor Clayton Ramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários de acordo com o texto e sem palavras ofensivas, obrigado (www.conselheirocristao.com.br)

Compartilhe

Compartilhe